Fone: 48 2102.3200

Ligas

 

Este catálogo técnico (pdf 267 Kb) é destinado aos clientes que desejam informações referentes às ligas mais comumente produzidas na SICAL.
 
As ligas foram agrupadas de acordo com sua aplicação e são apresentadas em nove grupos assim denominados:
 
- Aços Carbono
 
- Aços Médio Manganês
 
- Aços Cromo-Molibdênio
 
- Aços Cromo-Níquel-Molibdênio
 
- Aços Manganês Austeníticos
 
- Aços Inoxidáveis
 
- Ferros Fundidos Cinzentos
 
- Ferros Fundidos Alta Liga
 
- Ferros Nodulares
 
 
As informações disponíveis para cada liga proporcionam aos profissionais que utilizam fundidos condições para definir melhor o material a ser utilizado em uma determinada peça. Em cada página há uma liga que é identificada pela nomenclatura interna "SCL nnn" e são disponíveis os seguintes tópicos:
 
 
Composição Química (%):
 
Apresenta-se uma faixa de valor mínimo e máximo aceitável para cada elemento presente na liga. Há casos em que se apresenta somente o valor máximo, indicado pela abreviação "máx" ao lado do elemento em questão.
 
 
Propriedades Mecânicas:
 
Apresentam-se valores para os limites mínimos de resistência a tração e escoamento em kgf/mm² (unidade usada tradicionalmente no Brasil). Também são indicados valores padrões mínimos para alongamento, redução de área e faixa de dureza em Brinell. As propriedades mecânicas correspondem a corpos de prova definidos pela norma ASTM A 370 que são fundidos simultaneamente com as peças. Os valores das propriedades mecânicas indicados são obtidos com os tratamentos térmicos normais de fornecimento.
 
 
Tratamento Térmico: (somente para os aços)
 
É informado qual o tratamento térmico que se aplica no processo usual de fabricação das peças que utilizam esta liga. Porém, sob consulta, a SICAL poderá executar outro tratamento térmico especificado pelo cliente através da curva de temperatura x tempo.
 
 
Estrutura Predominante: (somente para os ferros)
 
É indicado qual a estrutura predominante na liga.
 
 
Soldabilidade:
 
É indicado qual o grau de facilidade de soldagem do material e qual eletrodo mais indicado conforme a norma internacional AWS. Se for necessário efetuar o pré-aquecimento da peça antes de iniciar o processo de solda, é indicada a faixa de temperatura apropriada. Os graus de soldabilidade muito bom, bom, moderado e difícil devem ser entendidos como de caráter simplesmente orientativo. A experiência do soldador e uma boa técnica de soldagem são de grande importância na aplicação de uma solda eficaz. Deve ser avaliado caso a caso.
 
 
Aplicações:
 
São relacionados os tipos de peças que costumeiramente são feitas com a liga.
 
 
Equivalências:
 
São apresentadas equivalências para as normas internacionais mais utilizadas como ASTM, DIN e SAE.
 
 
Importante
 
Quanto as informações contidas nestes documentos temos a esclarecer que:
 
- não devem ser consideradas como garantia ou certificado pelas quais não assumimos nenhuma responsabilidade legal;
- são de caráter meramente investigativo e apenas para verificação;
- poderão ser alteradas sem aviso prévio.